OBRAS

A Ordem de Serviço foi assinada na manhã de quinta-feira (25/7), no gabinete do prefeito José Gomes Branquinho. A obra de reestruturação da ETA, que funciona ao lado do Colina Club (saída para Brasília), vai demandar investimentos municipais da ordem de R$ 10 milhões, recursos próprios do SAAE, autarquia municipal de saneamento básico. A capacidade de tratamento de água da ETA saltará dos atuais 149 litros por segundo para 360 litros por segundo, condição técnica que permitirá ao SAAE abastecer uma população de 180 mil habitantes.  O diretor-geral do SAAE, Geraldo Oliveira, explica que será construída uma estrutura “geminada”, ou seja, outra estrutura (bem parecida) ao lado da já existente. Quando a nova estrutura estiver pronta, e entrar em funcionamento, a antiga será totalmente reformulada, o que vai permitir dobrar a capacidade com as duas funcionando plenamente. “Com a nova ETA, teremos um sistema moderno, automatizado e com equipamentos de última geração. Muitos equipamentos e processos que hoje são manuais serão totalmente automatizados”, revela Oliveira.

CAPTAÇÃO

Nos próximos dias, o SAAE lançará edital de licitação para selecionar a empresa que fará as obras de reestruturação do sistema de captação de água. “Não adianta reestruturar a estação de tratamento, se não melhorarmos o sistema de captação de água bruta no rio Preto (água bruta captada e bombeada até a ETA)”, disse Oliveira. O SAAE já tem o aporte de R$ 5 milhões em caixa para a obra de requalificação do sistema de captação. O SAAE também realiza estudos e levantamentos para reformular o sistema de distribuição da água tratada, com a instalação de reservatórios em pontos mais altos da cidade, assim como estuda como será executado o redimensionamento da rede de energia (maior capacidade de carga elétrica) para viabilizar tecnicamente o bombeamento de água para essas partes altas. Obra orçada em R$ 2 milhões.

FUTURO

“Estamos apontando para o futuro”, assinalou o prefeito José Gomes Branquinho, durante a assinatura da ordem de serviço com a empresa Infracon Engenharia, empresa de Belo Horizonte que será responsável pela execução da primeira etapa da obra (duplicação da ETA) que visa atender a população unaiense nos próximos 50 anos. A expectativa de conclusão e entrega é dentro de 18 meses. Branquinho elogiou a “boa e austera” gestão do SAAE e avisou para o gerente comercial da Infracon, Jesus Rodrigues Filho, que pode trabalhar tranquilo, pois o dinheiro está na conta, para o pagamento do serviço. “Isso é fazer o dever de casa, é apontar para o futuro, é planejar Unaí para daqui a 50 anos”, arrematou o prefeito. A assinatura da ordem de serviço contou com a presença do vice-prefeito Waldir Novais, do presidente da Câmara Municipal, vereador Carlinhos do Demóstenes, dos vereadores Alino Coelho e Professor Diego, e parte do secretariado municipal.

MÍDIA

O assunto foi noticiado no site da Prefeitura de Unaí, através do link:
http://www.prefeituraunai.mg.gov.br/pmu/index.php/gabinete/1667-agua-tratada-assinada-ordem-de-servico-para-duplicar-capacidade-da-eta.html

Confira as Fotos: